Heroes of Olympus
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Promoção × Intercâmbio Resgate seu progresso de outro fórum.
Desde o resgate de Eirene o mundo nunca mais foi o mesmo, a paz nunca mais reinou soberana como aconteceu por longas eras. Muitos foram aqueles que deram seu sangue e vida para que ela retornasse, mas diante da ingratidão humana, ela escolheu permanecer no esquecimento do Senhor do Olimpo. A tríade nefasta havia sido derrotada era fato, até mesmo por seus próprios filhos, contudo, no fim, o maior objetivo deles havia sido conquistado. Caos podia influenciar uma vez o mundo mortal e também a mente dos olimpianos e romanos. Eirene passou a habitar somente os corações daqueles que realmente acreditavam nela, algo tão raro que nunca mais se ouviu falar da jovem Deusa. Zeus a sua maneira tentou reestabelecer a ordem no Olimpo, mas algo dizia que ainda havia algo bem pior estava por vir. E ele estava completamente certo quanto a isso.Três anos se passaram enquanto as cicatrizes das últimas batalhas enfrentadas pelos semideuses, ainda se fechavam. Amigos, conhecidos, parceiros, parentes... Muitos morreram na guerra que ficou conhecida como a Batalha da Escuridão. Não era fácil recomeçar, mas era necessário e assim todos fizeram. Aos poucos, novos semideuses chegavam, o Acampamento Meio Sangue voltava ao normal e a rotina que já havia sido esquecida, ganhava lugar na vida dos semideuses. Não se ouviu mais falar de grandes ameaças, monstros ou qualquer coisa que de fato perturbasse a harmonia. Tudo parecia ter voltado os trilhos e era assim que a vida seguia. Os que sobreviveram a aqueles dias tão negros, jamais esqueceriam tudo o que aconteceu e carregariam para sempre em sua pele e alma as lembranças daqueles dias tão tenebrosos.Quando o inverno chegou o frio parecia mais intenso, que mesmo contra a vontade do senhor D ele insistia em invadir o acampamento vez ou outra. O Deus e Quíron deliberam por dias, algo que parecia ser uma simples suposição se concretizava de uma maneira incontestável. Uma força tão nefasta que nem mesmo os oráculos eram capazes de descobrir de onde vinha. Foram quando três mensageiros de terras muito distantes chegaram ao acampamento. Eram semideuses e isso era inegável, mas de nenhuma divindade habitual. [...]
Primavera2021
Últimos assuntos
» Evento - Reclamação Rápida
[BMO] - Calvin Sprouse EmptyQua Nov 17 2021, 21:13 por Milo

» Heroesween — Atualização de Recompensas
[BMO] - Calvin Sprouse EmptyQua Nov 10 2021, 21:25 por Darya Zwa'hardt

» Heroesween — Sorteio, Trick or Treat?
[BMO] - Calvin Sprouse EmptyQua Nov 10 2021, 20:52 por Zeus

» Área Flood 1.0
[BMO] - Calvin Sprouse EmptyTer Nov 09 2021, 11:39 por Ahrien Navkwö

» Área de Teste 1.0
[BMO] - Calvin Sprouse EmptyTer Nov 09 2021, 11:38 por Sage Kwak

» Registro de Photoplayer
[BMO] - Calvin Sprouse EmptyTer Nov 09 2021, 10:43 por Sage Kwak

» Promoção — Intercâmbio de Semideuses
[BMO] - Calvin Sprouse EmptySeg Nov 08 2021, 12:55 por Zoya Ekatherina Belikova

» Heroesween — A Loja da Bruxa
[BMO] - Calvin Sprouse EmptySeg Out 18 2021, 01:45 por Melinoe

» Registro de Sobrenomes
[BMO] - Calvin Sprouse EmptySeg Out 18 2021, 01:39 por Melinoe


[BMO] - Calvin Sprouse


[BMO] - Calvin Sprouse

Publicado por Calvin Sprouse Sex Set 05 2014, 20:47

Tópido destinado às bmo do:

CalvinSprouse
                          
 
Calvin Sprouse
                           
Cavaleiros Oníricos
                         
                           
                             Calvin Sprouse                         
[BMO] - Calvin Sprouse 40cd7287a22d34e0e4d3919cf96a2625
Mensagens : 86
Data de inscrição : 03/09/2014
Idade : 29
Localização : refeitório q

Ficha do Semideus
Status:
Vida:
[BMO] - Calvin Sprouse Left_bar_bleue165/190[BMO] - Calvin Sprouse Empty_bar_bleue  (165/190)
MP:
[BMO] - Calvin Sprouse Left_bar_bleue150/190[BMO] - Calvin Sprouse Empty_bar_bleue  (150/190)
Nível: 10
Re: [BMO] - Calvin Sprouse

Publicado por Calvin Sprouse Sab Set 06 2014, 12:44


Semideusa no lótus
Uma semana havia se passado desde o baile de inverno que acontecera no acampamento. Calvin estava em seu chalé preparando-se para o terceiro encontro com All, a garota mais perfeita do mundo em sua opinião. Havia tomado banho e vestido uma camisa verde lodo e uma jaqueta de couro por cima quando alguém resolveu o chamar.

—Sim? —Cal respondeu ao abrir a porta.

Era um garoto musculoso e loiro com corte em estilo militar. Provavelmente uma prole de Ares. Pensou Cal.

—Quíron pediu que eu viesse aqui chamá-lo, o velho centauro deseja falar com você.

Cal apenas assentiu e o garoto foi embora novamente. O que Quíron quereria com ele? Será que havia feito algo de errado no baile?

Deu de ombros e chamou Fantasma para segui-lo enquanto saia de seu chalé. Caminharam juntos até a Casa Grande onde o centauro os esperava na varanda.

—Sente-se garoto. —Disse.

Cal não quis se sentar e Quíron fez um gesto como alguém quer dizer “tanto faz”.

—Tem uma semideusa, uma filha de Afrodite. Ela está presa no Hotel e Cassino Lótus. Preciso que vá até lá e a traga até o acampamento.

—Por quê eu faria isso? —Cal perguntou cruzando os braços.

—Porque é filho de um deus menor e não chamará tanta atenção assim.

Cal revirou os olhos e assentiu.

—Pois bem, escolha bem suas armas. Argos o está esperando. Boa sorte.


Calvin pegou seu par de adagas gêmeas onírium e sua espada. Embainhou todas e saiu de seu chalé em direção ao estacionamento do Acampamento onde Argos o esperava.

Entrou na vã junto com o motorista e em poucos minutos já estavam fora da colina Meio Sangue.

***

O hotel possuía uma entrada esplendorosa. Palmeiras imperais do lado esquerdo e direito assim como manobristas fardados aguardavam os mais caros carros ali. O hotel era constituído por mármore branco e tons de dourado que o campista desconfiou serem de ouro mesmo.

Desceu da vã do acampamento e agradeceu a Argos, que, os ficaria esperando do lado de fora. Caminhou até a entrada com Fantasma bem ao seu lado, e, por incrível pareça, ninguém barrou seu animal ou saiu correndo por ele ser um lobo gigante.

Muitas pessoas estavam dentro do Cassino, tanto jovens como adultos e crianças. Pareciam hipnotizados com toda a magnitude do lugar, era simplesmente luxo engarrafado. Alguns pareciam estarem perdidos dentro de sua época, outros até que achavam que não haviam passado-se nem meia hora.

Calvin havia combinado com Argos, que, pela idade da garota e sendo uma prole de Afrodite, ela deveria estar na área dos salões de beleza e roupas.

—Vamos, Fantasma.

Eles subiram uma escada rolante e depois entraram em um elevador. Subiram até quase chegar no Olimpo e finalmente estavam na ala dos salões de beleza.

Cal saiu e começou a caminhar por entre as mulheres que ali estavam – fazendo unhas, ajeitando os cabelos, fofocando sobre um filme lançado em 1890 – e fazendo coisas típicas das garotas. Estava tudo calmo demais até que uma garota se jogou na frente dele.

—Aceita flor de lótus, senhor? —A mulher perguntou quase enfiando a bandeja na cara de Cal.

—Er... Não, estou bem.

—Tem certeza? Não vai se arrepender. E é cortesia!

—Já disse que não quero! —Exclamou Cal e continuou andando.

A mulher o deixou para trás mas outros funcionários do hotel começaram a lhe abordar.

—Senhor, não deixe de provar nossa flor de lótus!

—Um sabor que nem os deuses rejeitariam!

—Senhor, só uma!

Calvin os ignorou e começou a correr tentando fugir das abordagens que lhe estavam fazendo quando avistou uma garota. Ela possuía os cabelos negros e os olhos azuis como os dele.

—É ela, Fantasma. Vamos!

Os dois começaram a correr em direção a garota que estava sentada observando as outras pessoas conversarem, parecia muito solta no meio de tudo aquilo e não se queixou por nem um minuto quando Cal a puxou pela mão e a arrastou fazendo todo o percurso de volta.

—Senhores, evitem correr no corredor! Peguem mais uma flor de lótus!

—Senhores, uma flor de lótus?

—Não deixem de provar nossa flor de lótus!

Os semideuses saíram correndo por entre as escadas e elevadores com meia dúzia de funcionários atrás deles.

Quando estavam a meio metro da saída, foram cercados. Haviam bajuladores de flor de lótus por todos os lados.

—Fantasma, leve-a até Argos. Irei atrasá-los.
O lobo gigante pareceu entender a mensagem e saiu correndo puxando a manga da garota que não estava entendendo muito bem, mas, respondia bem a ele. Cal sacou suas adagas gêmeas e começou o ataque. Nem os funcionários nem as pessoas pareceram se importar, pelo contrário, achavam que era apenas mais um espetáculo do Cassino.

Quantas vezes isso já deve ter acontecido?

O garoto perguntou a si mesmo enquanto deixava todos os que lhe atacavam atordoados com o poder de sua adaga que, além de exalar sono, o deixava mais rápido.

Quando conseguiu ganhar tempo, Cal saiu correndo dali conseguindo alcançar Fantasma e a prole de Afrodite e juntos entraram no carro com Argos.

—Pisa fundo antes que ponham flor de lótus junto com o combustível.

A viajem de volta não fora tão tranquila, mas, conseguiram chegar no Acampamento.

***

—Muito bom, Calvin. Conseguiu se manter vivo.

—Para o filho de um deus menor, não foi nada mal.

O garoto deixou a Casa Grande com seu lobo gigante o acompanhando de perto.

Avaliação da Bmo:


- Narração curta e rápida com eventos ocorrendo de forma rápida e resumida com os principais detalhes destacados.
- Missão de caráter fácil.
- Recompensas sugeridas:

- 110Xp.
- 50 Drácmas.
- 35Ep.
copyrights for blackpool
                          
 
Calvin Sprouse
                           
Cavaleiros Oníricos
                         
                           
                             Calvin Sprouse                         
[BMO] - Calvin Sprouse 40cd7287a22d34e0e4d3919cf96a2625
Mensagens : 86
Data de inscrição : 03/09/2014
Idade : 29
Localização : refeitório q

Ficha do Semideus
Status:
Vida:
[BMO] - Calvin Sprouse Left_bar_bleue165/190[BMO] - Calvin Sprouse Empty_bar_bleue  (165/190)
MP:
[BMO] - Calvin Sprouse Left_bar_bleue150/190[BMO] - Calvin Sprouse Empty_bar_bleue  (150/190)
Nível: 10


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos